A pandemia do novo coronavírus mostrou que uma grande marca hoteleira faz a diferença, ainda mais quando falamos de confiança e segurança do cliente, aspectos determinantes para a escolha do meio de hospedagem. Com 70% dos hotéis da América do Sul sendo independentes, existe um potencial enorme para conversões e franquias. E diante disso, há muitas possibilidades de o hoteleiro independente trocar a sua marca desconhecida por uma bandeira famosa, que traz retorno comercial imediato.

Populares no setor de Serviços, as franquias são um modelo mais leve de negócio no qual uma franqueadora vende a permissão de uso de determinada marca. E na hotelaria, esse modelo tem ganhado adesão nos últimos anos. As franquias representam hoje 71% dos hotéis da Accor que irão abrir na América do Sul e, globalmente, a participação delas é de 43% nos futuros projetos, sendo uma tendência crescente.

Mas por que escolher uma franquia da Accor?

As principais vantagens de optar por uma das nossas franquias são a força de marca, já que temos um portfólio conhecido pelo público, e a poderosa plataforma de distribuição, que integra cada hotel a mais de 200 canais de vendas no mundo. Os acordos comerciais também são vantajosos, incluindo melhores negociações junto às OTAs (agências de viagens online) e compras de produtos a preços atrativos, pois negociamos para mais de cinco mil hotéis.

Nesse pacote, oferecemos para o hoteleiro independente a nossa expertise operacional de décadas, disponibilizando manuais de operações para processos desde o check-in e check-out à governança, gastronomia e novos protocolos pelo selo ALLSAFE – que define padrões globais de higienização e segurança contra a Covid-19. Somado a isso tem ainda o programa de fidelidade ALL – Accor Live Limitless, com 4 milhões de membros no Brasil e 65 milhões globalmente, sem considerar a China.

O investimento inicial para se tornar um franqueado Accor pode variar de acordo com a marca e a quantidade de quartos. Nossa média ideal para cada negócio é de 120 unidades habitacionais, número que geralmente dá um bom retorno aos investidores, mas o mínimo é de 80 quartos, com algumas exceções. Tudo depende da demanda do mercado local.

O perfil dos franqueados vai desde famílias tradicionais, que administram o próprio negócio, até grupos financeiros, que buscam diversificar o seu investimento em ativos imobiliários. Os critérios de escolha dos hotéis que podem ser convertidos e a marca mais recomendada são definidos em conjunto. As franquias funcionam em todo os segmentos, do econômico ao premium em cidades primarias, secundárias e terciárias. Se o hotel estiver totalmente adequado, com poucas adaptações, a Accor consegue realizar a conversão completa em até 90 dias a partir da assinatura do contrato, que segue na íntegra a lei geral de franquias.

Para facilitar o desenvolvimento das franquias foi criado o Índice Accor, que considera o PIB, IDH, infraestrutura de cada região entre outras estatísticas. Observamos que mais de 100 cidades mapeadas no Brasil têm potencial para novos hotéis, sendo a maioria localizada no interior e algumas em capitais.

Thermas De Olimpia Resorts By Mercure

Thermas de Olímpia Resorts By Mercure

Primeiro By Mercure do mundo

Entre as marcas já conhecidas, os carros-chefes para conversão incluem o ibis Styles no segmento econômico, Mercure no midscale e Grand Mercure no premium. Mas a grande novidade do momento é o endosso By Mercure, que hotéis independentes podem obter para se tornarem Mercure enquanto se adaptam aos padrões da marca.

A primeira unidade da marca a nível global fica no Brasil: é o Thermas de Olímpia Resorts By Mercure, no Estado de São Paulo. Para ter essa marca, é indispensável atender a requisitos mínimos de segurança como as rotas de fuga e central de alarme, por exemplo. Ao escolher este endosso, a unidade independente continua com o seu nome original e o selo By Mercure é adicionado ao empreendimento.

Romulo Silva, diretor de Desenvolvimento para Franquias Accor no Brasil

Com mais de 22 mil apartamentos franqueados, divididos em cerca de 160 hotéis, a Accor lançou o plano de expansão 42k24 para a região sul-americana, que tem como objetivo chegar a 42 mil quartos até 2024. Dentro desta estratégia criamos ainda um novo cargo, de diretor de Desenvolvimento para Franquias Accor no Brasil, ocupado por Romulo Silva, que ajuda no contato direto com os parceiros.

Acreditamos que há uma demanda enorme por franquias na América do Sul e estamos preparados para auxiliar os hoteleiros independentes a se fortalecerem neste período de recuperação. Para mais detalhes, acesse:

Leia também: